Brigadeiros de casca de banana

Há um ritual que nunca falha quando estou a preparar os conteúdos para esta rubrica:  dar a experimentar a receita, seguida da pergunta “Qual o ingrediente secreto?”. O suspense no ar não está muito longe do da pergunta final do ‘Quem quer ser milionário’, mas sem a banda sonora impactante. Tenho que admitir que há em mim um certo fascínio sempre que, por mais palpites que sejam lançados, a resposta correta não é dada.

Hoje damos novamente destaque à banana, a segunda fruta mais consumida no planeta de acordo com a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura. Deliciosa, cheia de nutrientes e com um sabor doce que agrada à maioria das pessoas: requisitos mais do que suficientes para fazerem dela presença assídua nas prateleiras de qualquer supermercado. Contudo, por mais que seja consumida, há uma parte que acaba, inevitavelmente, atirada para o lixo: a casca. A verdade é que este ingrediente esconde uma versatilidade enorme, podendo ser utilizado em variadas receitas. Os mais atentos recordar-se-ão de que não é a primeira vez que faço referência a ele nestas páginas

Ponto assente é que todos conhecemos as vantagens da ingestão da banana, das quais o combate à fadiga muscular, a diminuição da pressão arterial e até o alívio da acidez do estômago. Porém, a casca da banana, de sabor sutilmente amargo e textura macia quando cozida, é igualmente rica em fibras e potássio e, segundo apontam alguns estudos, chega a ser nutricionalmente mais completa do que a própria parte comestível.

E se é nas regiões de clima tropical que a banana encontra as condições ideais para o seu crescimento, não é de admirar que o Brasil seja o quarto produtor no ranking mundial. Assim sendo, por que não juntar este fruto a um dos ex-libris gastronómicos desse país? Sim, porque quando se fala de doces brasileiros poucos são tão icónicos e populares quanto os brigadeiros.

Reza a história que terão surgido como forma de as mulheres mostrarem apoio ao candidato presidencial brigadeiro Eduardo Gomes, nas primeiras eleições nacionais em que elas foram autorizadas a votar. Embora o candidato tenha perdido, o destino foi bem mais simpático para o doce, já que das vendas em comícios, rapidamente conquistou o mundo com o seu charme irresistível e a sua deliciosa simplicidade.

Estas pequenas trufas de chocolate, semelhantes a bombons, são a sobremesa perfeita para qualquer ocasião. A receita, feita com apenas quatro ingredientes, é tão simples que não requer nenhuma habilidade culinária avançada. Nesta versão, o ingrediente secreto são as cascas que vão contribuir para umas notas subtis de sabor a banana que ligam muito bem com o chocolate.  

Brigadeiros de casca de banana

0 from 0 votes
Nível de dificuldade: Fácil
Doses

20

unidades
Preparação

35

minutos
Cozedura

25

minutos
Tempo total

1

hora 

Versão zero desperdício do doce típico brasileiro feito à base de chocolate, leite condensado e cascas de banana.

Modo cozinhar

Mantenha a tela do seu dispositivo sempre ligada

Ingredientes

  • 4 4 cascas de banana

  • 2 2 latas de leite condensado (397g cada)

  • 4 c. sopa 4 de chocolate em pó

  • 2 c. sopa 2 de manteiga

  • Para a cobertura:
  • Granulado de chocolate

  • Amêndoa picada

  • Chocolate em pó

  • Pistáchio picado

Passo a passo

  • Lave as cascas de banana em água fria para remover qualquer sujidade. Descarte as extremidades e pique o restante em pedaços mais pequenos.
  • Coloque-os no liquidificador, juntamente com o leite condensado e o chocolate em pó. Misture até obter um líquido homogéneo sem qualquer bocado de casca.
  • Numa panela em fogo médio, derreta a manteiga e, de seguida, verta o preparado anterior. Mexendo sempre com uma espátula ou colher de pau, deixe cozinhar até que a mistura fique espessa e comece a descolar do fundo. Com a ajuda de um termómetro, espere até estar entre os 93 ºC e os 96 ºC, essa é a temperatura do ponto ideal. Contudo, se preferir um doce mais firme, deixe cozinhar até atingir os 101 ºC e 103 ºC.
  • Unte uma taça com um pouco de óleo e coloque a mistura, levando a arrefecer no frigorífico por umas horas.
  • Com as mãos ligeiramente untadas com óleo, retire pequenas porções de massa e molde em bolinhas com cerca de 40g. Passe cada uma pela cobertura que mais gostar e sirva.

Fez esta receita? Partilhe comigo!

Mencione @_luismiguelcosta_ na foto do instagram ou a tag #luismiguelcosta